FORGOT YOUR DETAILS?

1.7. Os professores e as demais funções da igreja

O item “2.1. LUGAR DAS TRÊS CLASSES NO TEMPLO” da apostila de “Orientações para o ensino da Palavra às crianças, intermediários e adolescentes”, Edição Agosto 2017, mostra a necessidade da priorização ao atendimento às classes pelas professoras, conforme a seguir:

“Os professores de crianças, intermediários e adolescentes sempre se assentam no meio do banco com seus alunos. Ficam atentos em todo o tempo, inclusive nas orações, vendo a participação dos alunos durante o culto e, o mais discretamente possível, alertam algum aluno distraído a voltar à comunhão.”

A participação da professora das classes de crianças, intermediários e adolescentes no Grupo de Louvor deve ser avaliada pelo ministério. Há igrejas, em salões, onde as irmãs são usadas tanto no grupo de louvor quanto como professoras, por motivo de carência. Todavia, caberá ao ministério administrar esta questão para que as classes não sejam prejudicadas.

O ministério deve priorizar a distribuição das professoras para o melhor atendimento às classes. 

Conforme item “2.1. LUGAR DAS TRÊS CLASSES NO TEMPLO” da apostila de “Orientações para o ensino da Palavra às crianças, intermediários e adolescentes”, Edição Agosto 2017, mostra a necessidade da priorização ao atendimento às classes pelas professoras, conforme a seguir: “Os professores de crianças, intermediários e adolescentes sempre se assentam no meio do banco com seus alunos. Ficam atentos em todo o tempo, inclusive nas orações, vendo a participação dos alunos durante o culto e, o mais discretamente possível, alertam algum aluno distraído a voltar à comunhão.”

Portanto cabe ao pastor, com os “recursos” que a igreja possui, procurar distribuir as funções da melhor maneira possível, sem prejuízo para as classes.

O tempo de retorno deverá ser objeto de avaliação do ministério, em função de vários fatores, tais como, recuperação da irmã, condição para que o bebê seja cuidado durante o momento que a irmã estiver se dedicando ao trabalho das classes, condição de assiduidade da irmã, dentre outros. Entretanto, não é recomendado um retorno antes de 3 meses, para que se dê toda a condição da irmã se restabelecer e ajustar os detalhes necessários para o cuidado da criança.

TOP