EBD - Classes de 3 a 15 anos

Janeiro 2023

Tema do mês:  Os segredos do livro de Cantares”.  

Dia Assunto Texto
08/01 1ª Aula:  A Armadura de Deus  Cantares 4:4
15/01  2ª Aula: Fonte de águas vivas Cantares 4:15
22/01  3ª Aula: “Venham, pois já está tudo preparado”   Cantares 5:1b
29/01  4ª Aula: Preparados para o arrebatamento Cantares 5:2a

 

Aulas em texto EBD

Para Classes de Intermediários e Adolescentes

Tema: Os segredos do livro de Cantares

1ª Aula: A Armadura de Deus

“O teu pescoço é como a torre de Davi, edificada para pendurar armas: mil escudos pendem dela, todos broquéis valorosos.” Ct 4:4

O objetivo da aula é levá-los a estar revestidos de toda armadura de Deus, para enfrentarmos os dias maus e estarmos prontos para a volta do Senhor Jesus.

Introdução

Mais um ano se inicia e grandes bênçãos o Senhor quer nos dar. E neste ano vamos guardar um ensino precioso no nosso coração: o livro de Cantares nos revela o maior amor que existe. Esse é o amor entre o noivo Jesus e a Sua igreja, a noiva amada. E Deus quer revelar a você, durante todo este ano, que você é amado de Deus, você é um escolhido do Senhor.

Na aula de hoje, Deus nos revela o Seu amor, quando Ele nos ensina quais são as armas espirituais para que possamos vencer este mundo. E que são essas armas? É o que vamos ver.

Desenvolvimento

No texto que lemos, o noivo Jesus diz que as armas da igreja não são comuns, mas sim são valiosas. Que armas são estas? É a armadura de Deus. “Revesti-vos de toda a armadura de Deus...” Ef 6:11. Mas o que é uma armadura? Eram armas que protegiam o corpo do soldado nas batalhas, da cabeça até os pés: o capacete, a couraça, a espada, o escudo e os calçados. 

A armadura de Deus é poderosa! Ela nos guarda de todo mal. A carta aos Efésios nos ensina sobre a armadura de Deus. Em especial, vamos falar do escudo, do capacete e da espada:

• “O escudo da fé”: O escudo protege o corpo do soldado e ele nos fala da fé. A fé nos protege, nos guarda deste mundo, pois ela nos leva a sermos obedientes a Deus, crendo que tudo que Ele nos orienta é o melhor para nós. O segredo para sermos vitoriosos é crer que a Palavra de Deus é verdadeira e se cumpre em nossas vidas. Então, a fé nos guardará com amor. 

• “O capacete da salvação”: Para que serve o capacete? Para proteger a cabeça. Assim como o capacete é uma proteção para a cabeça dos soldados, a salvação em Jesus é uma proteção para nossa mente. Se Jesus está no nosso coração, Ele guarda nossa mente de todo e qualquer ensino contrário à Palavra de Deus.

• “A espada do Espírito”: O soldado precisa saber usar bem a espada. A espada é a Palavra de Deus, uma arma poderosa. O servo do Senhor deve ler e conhecer a Palavra de Deus para não ser enganado (II Tm 2:15).

Vocês, crianças, devem pedir aos pais ou responsáveis para lerem a Bíblia para vocês todos os dias, porque ela é a nossa direção (Sl 119:105). Aleluia!

Conclusão

O Senhor tem nos ensinado a sermos vencedores. Usando as armas espirituais: o escudo da fé; o capacete da salvação; a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus, seremos vitoriosos. “Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.” Rm 8:37.

Louvores Sugeridos: Nas batalhas sou um vencedor (152); Vou caminhando pra Jerusalém (134); A igreja que ora (146).

Pergunta para Crianças: O que a igreja usa para ser vencedora? Resposta: A armadura de Deus. “Revesti-vos de toda a armadura de Deus...” Ef 6:11a.

Para Classes de Intermediários e Adolescentes

Tema: Os segredos do livro de Cantares

1ª Aula: A Armadura de Deus

“O teu pescoço é como a torre de Davi, edificada para pendurar armas: mil escudos pendem dela, todos broquéis valorosos.” Ct 4:4

O objetivo da aula é levá-los a estar revestidos de toda armadura de Deus, para enfrentarmos os dias maus e estarmos prontos para a volta do Senhor Jesus.

Introdução

Mais um ano se inicia e Deus quer nos dar grandes experiências através da Sua Palavra e, em especial, através do livro de Cantares. Vamos lembrar algo que precisa estar gravado no nosso coração: o livro de Cantares nos revela o maior amor que existe. Esse é o amor dos amores, é o amor entre o noivo Jesus e a Sua igreja, a noiva amada. E Deus quer revelar a você, durante todo este ano, que você é amado de Deus, você é um escolhido do Senhor.

Na aula de hoje, Deus nos revela o Seu amor, quando Ele nos ensina quais são as armas espirituais para que possamos vencer este mundo. E que são essas armas? É o que vamos ver.

Desenvolvimento

No texto que lemos, o Senhor Jesus olha para a Sua noiva amada, a igreja, e a elogia, pois se agrada dela. Ele diz bem assim: “O teu pescoço é como a torre de Davi, edificada para pendurar armas mil escudos pendem dela, todos broquéis valorosos.” Ct 4:4. 

Um detalhe que o noivo observa é o pescoço. O pescoço traz sustento para todo o nosso corpo. Ele é a ligação do corpo com a cabeça. A cabeça é quem transmite todos os comandos para que o nosso corpo se movimente. E quem é o Cabeça da Igreja? O Senhor Jesus. 

Jesus é aquele que governa a nossa vida. Ele enviou o Seu Espírito Santo para nos ensinar como devemos agir para sermos vitoriosos neste mundo: “Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.” Jo 14:26.

Interessante que Jesus compara o pescoço da noiva, a igreja, com a torre de Davi. A torre de Davi era imponente, fortificada. Antigamente, as cidades eram cercadas por muralhas, onde eram edificadas torres altas. Ali ficavam os vigias. Na torre também eram penduradas as armas de proteção e ataque, que ficavam à disposição dos guerreiros, para o momento em que a cidade fosse atacada. 

O noivo Jesus ainda diz que as armas da igreja não são comuns, mas sim são valiosas. Que armas são estas? É a armadura de Deus. “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.” Ef 6:11.

O que é uma armadura? É um conjunto de armas que protegiam o corpo do soldado dos tempos antigos nas batalhas. O soldado devia estar bem protegido e saber usar bem as suas armas. Precisava estar protegido, da cabeça até os pés, com o capacete, couraça, espada, escudo e calçados. 

A armadura de Deus não é física nem material, mas espiritual. E vocês sabem como é esta armadura? Na carta aos Efésios 6:13 a 17, Paulo escreve mostrando a armadura de Deus. Mas em especial, vamos falar do escudo, do capacete e da espada:

• “Tomando sobretudo o escudo da fé”: O escudo é arma de proteção. O soldado usa para proteger todo o corpo. A nossa luta é espiritual. Não é contra a carne ou sangue, ou seja, não é contra as pessoas, mas contra as forças espirituais da maldade (Ef 6:13).

O escudo nos fala da fé. A fé nos protege, nos guarda deste mundo, pois ela nos leva a sermos obedientes a Deus, crendo que tudo que Ele nos orienta é o melhor para nós. Então, se um colega te chamar para fazer algo errado, você vai usar o escudo da fé, obedecendo a Palavra de Deus. Agindo assim, você estará protegido do mal deste mundo. 

O segredo para sermos vitoriosos é crer que a Sua Palavra é verdadeira e se cumpre em nossas vidas. Então, a fé nos guardará com amor. Tudo é possível ao que crê (Mc 9:23).

• “Tomai também o capacete da salvação”: Para que serve o capacete? Para proteger a cabeça. Na nossa guerra espiritual, também precisamos de uma proteção para a nossa mente, pois é o lugar onde mais somos atacados. Como isto acontece, professora?

Muitas vezes através do que vemos ou ouvimos que não agrada ao Senhor, e fica em nossa mente nos afastando da comunhão com Deus. Assim como o capacete é uma proteção para a cabeça dos soldados, a salvação em Jesus é uma proteção para nossa mente. Se Jesus está no nosso coração, Ele guarda nossa mente de todo e qualquer ensino contrário à Palavra de Deus.

• “A espada do Espírito”: O soldado precisa saber usar bem a espada. Para isso, o instrutor o ensina como usar. A espada é a Palavra de Deus, uma arma poderosa. O Espírito Santo nos instrui como usar a Palavra de Deus e nos revela os Seus segredos e assim, não somos enganados pelos ensinos malignos deste mundo, pois estamos firmados na Palavra Revelada. 

Vamos orar antes de lermos a Bíblia e pedir que o Espírito Santo nos ensine os segredos da Palavra de Deus e nos dê sabedoria para que possamos usá-la no nosso dia a dia (II Tm 2:15).

A Palavra de Deus também nos dá direção (Sl 119:105). Todo soldado deve estar preparado para enfrentar e resistir os ataques do inimigo. Se estiver despreparado, sem armas e sem estratégia de guerra, não vencerá.

Conclusão

O Senhor tem nos dado os recursos valiosos para sermos vencedores. Usando as armas espirituais: o escudo da fé; o capacete da salvação; a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus, seremos vitoriosos. “Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.” Rm 8:37.

Louvores Sugeridos: Nas batalhas sou um vencedor (152); Vou caminhando pra Jerusalém (134); A igreja que ora (146).

Pergunta para Crianças: O que a igreja usa para ser vencedora? Resposta: A armadura de Deus. “Revesti-vos de toda a armadura de Deus...” Ef 6:11a.

Pergunta para Intermediários: Quais são as três armas da armadura de Deus mencionadas em Efésios 6:16 e 17? Resposta: O escudo da fé; o capacete da salvação; a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus. “Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;” Ef 6:16-17.

Pergunta para Adolescentes: Relacione o que está escrito em Cantares 4:4, com o texto de Efésios 6:16 e 17. Resposta: As armas e escudos da Noiva (Igreja) são: o escudo da Fé; o capacete da Salvação; a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus. “Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;” Ef 6:16-17.

 

Para Classes de Crianças de 3 a 7 anos

Tema: Os segredos do livro de Cantares

2ª Aula: Fonte de águas vivas

“És a fonte dos jardins, poço das águas vivas, que correm do Líbano.” Ct 4:15

O objetivo da aula é mostrar que, enquanto o mundo está sedento, os servos fiéis têm no seu interior a fonte de águas vivas, que é a operação do Espírito Santo em suas vidas.

Introdução

Muitos mistérios do Reino dos Céus o Senhor tem nos revelado através do livro de Cantares. O livro de Cantares foi escrito há muito tempo, mas ele já mostrava como é maravilhoso viver com o Espírito Santo em nossos corações. E é isso que vamos aprender hoje.

Desenvolvimento

No texto que lemos, o Senhor Jesus olha para a Sua noiva, que é a igreja fiel, e a chama de “fonte dos jardins, poço das águas vivas”. Vocês sabem o que é uma fonte ou um poço de águas? Fonte é onde “nascem” as águas e se inicia um rio. 

E o que uma fonte de águas faz com a terra por onde ela passa? Ela deixa essa terra muito boa e assim ela produz muitas árvores com frutos e flores. Tudo que planta nasce. Assim é o servo fiel. Por outro lado, uma terra sem água fica seca e sem vida. Não produz frutos e nem flores.

Jesus compara a igreja com a fonte de águas vivas. Águas vivas são muitas águas, uma fonte que nunca se acaba. Essa fonte nos fala do que o Espírito Santo faz no nosso coração. E Jesus nos ensinou sobre isso, quando salvou a mulher samaritana (Jo 4:1-42). Vamos ver?

Certa vez, Jesus foi até um poço de águas, na região de Samaria, e de repente, chegou uma mulher samaritana para tirar água, e Jesus lhe disse: “Dá-me de beber.”. E também disse a ela algo muito especial: “Se você soubesse quem está te pedindo água, você é quem pediria e eu te daria água viva.”.

Jesus explicou qual água Ele tem para nos dar. Ele falou bem assim: “Quem beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte d’água que salta para a vida eterna.”. Que água é esta que Jesus estava falando? O Espírito Santo!

A mulher disse: “Eu sei que o Messias, chamado Cristo, virá. E, quando ele vier, vai explicar tudo para nós. Então Jesus lhe disse: Eu sou o Messias.”. Ao ouvir aquelas palavras, o coração daquela mulher se encheu da água viva. E sua vida foi transformada pelo Espírito Santo. Ela voltou até a cidade e anunciou acerca de Jesus. Muitas pessoas foram até Jesus e creram nele.

A salvação é assim. Quando aceitamos Jesus, Ele envia sobre nós o Seu Espírito Santo, que é uma fonte de águas vivas, jorrando a alegria da salvação. Como aquela mulher foi correndo anunciar Jesus, os servos fiéis anunciam a todos o que Jesus fez por eles.

Conclusão

E você? No seu coração tem jorrado essa fonte de águas vivas? Que a sua vida seja “fonte dos jardins, poço das águas vivas”. Que, por onde você passar, todos vejam em você a alegria de um servo do Senhor. Que você seja uma bênção para sua família e todos que te rodeiam!

Louvores Sugeridos: Nossas vidas são mudadas (186); Aquele que tem sede (94); Jesus cura e salva (92).

Pergunta para Crianças: Em João 4:10, o que Jesus prometeu nos dar? Resposta: A água viva. “...Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.” Jo 4:10b.

Para Classes de Intermediários e Adolescentes

Tema: Os segredos do livro de Cantares

2ª Aula: Fonte de águas vivas

“És a fonte dos jardins, poço das águas vivas, que correm do Líbano.” Ct 4:15

O objetivo da aula é mostrar que, enquanto o mundo está sedento, os servos fiéis têm no seu interior a fonte de águas vivas, que é a operação do Espírito Santo em suas vidas.

Introdução

Muitos mistérios do Reino dos Céus o Senhor tem nos revelado através do livro de Cantares. Há quase três mil anos, o livro de Cantares já mostrava como é maravilhoso viver com o Espírito Santo operando em nosso interior. E é isso que vamos aprender hoje.

Desenvolvimento

No texto que lemos, o Senhor Jesus olha para a Sua noiva, que é a igreja fiel, e a chama de “fonte dos jardins, poço das águas vivas”. 

Vocês sabem o que é uma fonte ou um poço de águas? Fonte é onde “nascem” as águas e se inicia um curso de água, ou seja, onde se inicia um rio, um ribeiro... 

E o que uma fonte de águas faz com a terra por onde ela passa? Ela deixa essa terra fértil, ou seja, a terra produz muitos frutos e flores. Tudo que planta nela nasce. Por outro lado, como fica uma terra que não possui água? Ela fica seca e sem vida. Não produz frutos e nem flores.

Assim é a vida do servo fiel: ele é fonte dos jardins. Por onde ele passa, ele vai traz vida, alegria, bênção, a todos que o rodeiam. Por isso Jesus nos chama de “fonte dos jardins”.

Jesus não compara a igreja fiel com qualquer fonte de águas. Ele a compara com a fonte de águas vivas. Águas vivas são águas em abundância, uma fonte inesgotável, que nunca se acaba. Essa fonte nos fala da ação do Espírito Santo no nosso coração. E Jesus nos ensinou como o Espírito Santo opera na nossa vida, ao salvar a mulher samaritana (Jo 4:1-42). Vamos ver?

Certa vez, Jesus saiu da Judéia e foi para a Galiléia. No caminho, passou por Samaria. Os judeus não costumavam passar por aquela região, pois não conversavam com os samaritanos. Mas Jesus passou ali, pois ia operar salvação na vida de uma mulher e de muitos samaritanos. Jesus queria mostrar que Deus não faz acepção de pessoas. Que maravilha! A salvação é para todos!

Ao chegar ali, Jesus ficou junto a um poço e os discípulos foram à cidade comprar comida. De repente, chegou uma mulher samaritana para tirar água, e Jesus lhe disse: “Dá-me de beber.”. 

A mulher respondeu assustada: “O Senhor é judeu, e eu sou samaritana. Então como é que o Senhor me pede água?”. Lembram? Os judeus não conversavam com os samaritanos. 

Então Jesus falou algo muito especial: “...Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.” Jo 4:10b. A mulher não compreendeu o que Jesus falava: “O Senhor não tem como tirar água, e o poço é fundo. Como é que vai conseguir essa água viva?”. 

Jesus explicou qual água Ele tem para nos dar. Ele falou bem assim: “Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte d’água que salte para a vida eterna.” Jo 4:13-14. 

Aquela mulher pediu que Jesus lhe desse daquela “água viva”. Naquele momento, Jesus revelou tudo a respeito daquela mulher, e ela respondeu: “Agora eu sei que o Senhor é um profeta. Nossos pais adoravam neste monte; mas vocês, judeus, dizem que Jerusalém é o lugar onde devemos adorá-lo.”.

Jesus disse: “Mulher, creia no que eu digo: virá o tempo, e, de fato, já chegou, em que os verdadeiros adoradores vão adorar o Pai em espírito e em verdade. Pois são esses que o Pai quer que o adorem.”. A mulher respondeu: “Eu sei que o Messias, chamado Cristo, virá. E, quando ele vier, vai explicar tudo para nós”. E Jesus disse: “Pois eu, que estou falando com você, sou o Messias.”. 

Ao ouvir aquelas palavras, o coração daquela mulher se encheu da água viva. Ela entendeu que Jesus era o Salvador e sua vida foi transformada pela ação do Espírito Santo no seu interior. Agora, o seu desejo era de adorar Jesus e anunciar a todos acerca do seu Salvador. Aleluia!

Com o coração cheio dessa água viva jorrando do seu interior, aquela mulher deixou ali o seu cântaro, voltou até a cidade e anunciou a todos acerca de Jesus. E muitas pessoas saíram da cidade e foram para o lugar onde Jesus estava e creram em Suas palavras.

Viram o que aconteceu com aquela mulher? Ela não conhecia Jesus. Mas assim que bebeu da água viva, aceitando Jesus como Seu Salvador, uma fonte de águas vivas nasceu no seu interior e ela teve sua vida transformada pelo poder de Deus. Essa fonte nos fala da ação do Espírito Santo, que enviado por Jesus. 

A salvação é assim. Quando aceitamos Jesus, Ele envia sobre nós o Seu Espírito Santo, que é uma fonte de águas vivas, jorrando a alegria da salvação. Por isso, os servos fiéis, que são a noiva amada de Jesus, são como uma fonte de águas vivas. Como aquela mulher foi correndo anunciar Jesus, os servos fiéis anunciam a todos o que Jesus fez por eles.

Conclusão

E você? No interior do seu coração tem jorrado essa fonte de águas vivas? O Espírito Santo tem tido liberdade de operar na sua vida? 

Que a sua vida seja “fonte dos jardins, poço das águas vivas”. Que, por onde você passar, todos vejam em você a alegria de um servo do Senhor; que nos seus lábios tenha o louvor ao Senhor, a adoração a Deus por esta tão grande salvação que Jesus um dia te deu. 

Que você seja uma bênção para sua família, seus colegas e todos que te rodeiam. E que se cumpra na sua vida as palavras de Jesus: “Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios d’água viva correrão do seu interior.” Jo 7:38.

Louvores Sugeridos: Nossas vidas são mudadas (186); Aquele que tem sede (94); Jesus cura e salva (92).

Pergunta para Crianças: Em João 4:10, o que Jesus prometeu nos dar? Resposta: A água viva. “...Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.” Jo 4:10b.

Pergunta para Intermediários: Lendo Cantares 4:15, faça uma relação com o que está escrito em João 4:13-14. Resposta: A Igreja Fiel, cheia do Espírito Santo, aceitou o Dom de Deus e bebeu da água que o Senhor Jesus ofereceu, que é o Espírito Santo. Por isso, nesta Igreja nasce uma fonte de águas que jorra para a vida eterna. “Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte d’água que salte para a vida eterna.” Jo 4:13-14.

Pergunta para Adolescentes: Por que Jesus chama Sua igreja de “fonte dos jardins e poço das águas vivas”? Resposta: Porque a igreja fiel tem o Espírito Santo no seu interior, que a conduz à vida eterna. “És a fonte dos jardins, poço das águas vivas, que correm do Líbano.” Ct 4:15.

 

EDB 22/01/2023 - Para Classe de Crianças de 3 a 7 anos

ema: Os segredos do livro de Cantares

3ª Aula: “Venham, pois já está tudo preparado

“Comei, amigos, bebei abundantemente, ó amados.” Ct 5:1b

O objetivo da aula é levá-los a valorizarem o chamado de Deus para a vida deles.

Introdução

A cada aula do livro de Cantares ficamos maravilhados pois, há muito tempo, Deus já nos convidava para participar da grande festa que acontecerá no arrebatamento da igreja. E é esse segredo que vamos descobrir hoje, através desta aula.

Desenvolvimento

No texto que lemos, o Senhor Jesus nos diz: “Comei e bebei, amigos amados”. Quem são os amigos de Deus? São os que obedecem a Sua Palavra (Jo 15:14). Vejam que maravilha! Deus preparou uma grande festa para Seus amigos, Seus servos que serão arrebatados. Aleluia!

Certa vez, Jesus contou uma parábola para nos ensinar desta grande festa (banquete) que Deus tem para nós. Ele contou de um homem que fez uma grande ceia, que é um grande jantar, uma festa, e convidou muitas pessoas (Lc 14:15-24). Quando chegou a hora da ceia, ele mandou seu servo dizer aos convidados: “Venham, pois já está tudo preparado”. Que alegria! 

Mas algo triste aconteceu. Os convidados não aceitaram o chamado, o convite para aquela festa. Eles começaram a arrumar muitas desculpas para não participar. 

O primeiro convidado disse que precisava ir ver um campo que ele tinha comprado. O outro disse que precisava ver seus bois. O outro falou que não podia ir, pois tinha se casado. Então, o senhor mandou que o seu servo chamasse os pobres e necessitados, pois naquela grande ceia, havia lugar para todos que aceitassem o convite.

Aquele homem que dá a grande festa nos fala de Deus Pai. A grande ceia é o arrebatamento da igreja. E o servo é o Espírito Santo, que está nos convidando a aceitarmos a tão grande salvação em Jesus. Muitos nesta hora estão sendo mais amigos do mundo do que de Deus, e não estão aceitando esse convite. A Bíblia diz: “... não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus?” Tg 4:4b.

Conclusão

E nós? Queremos ser amigos de Deus, queremos participar desta grande festa que Deus tem preparado para nós. Perto está o momento da grande ceia, da volta de Jesus. A bênção é que ainda há tempo para que muitos aceitem o convite.

Você tem sido um instrumento nas mãos do Senhor para que sua família venha à casa do Senhor e participe dos cultos? Deus quer te usar para salvação de seus familiares! Nesta última hora, o Espírito Santo quer usar crianças em seus lares para chamar seus pais, avós, tios para virem aos cultos e EBD’s. 

Muitos pais e familiares estão desatentos, ocupados com as coisas desta vida, mas vocês, cheios do Espírito Santo, devem convidá-los com alegria: “Venham, pois já está tudo preparado!”. Jesus em breve vem!

Louvores Sugeridos: Maranata (218); Em breve estaremos na glória (195); Muito em breve o Rei vem (avulso).

Pergunta para Crianças: Como o Senhor Jesus chama aqueles que fazem a Sua vontade? Resposta: De amigos. “Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.” Jo 15:14.

EDB 22/01/2023 - Para Classes de Intermediários e Adolescentes

Tema: Os segredos do livro de Cantares

3ª Aula: “Venham, pois já está tudo preparado”

“Comei, amigos, bebei abundantemente, ó amados.” Ct 5:1b

O objetivo da aula é levá-los a valorizarem o chamado de Deus para a vida deles.

Introdução

A cada aula do livro de Cantares ficamos maravilhados pois, há muito tempo, Deus já nos convidava para participar da grande festa que acontecerá no arrebatamento da igreja. E é esse segredo que vamos descobrir hoje, através desta aula.

Desenvolvimento

No texto que lemos, o Senhor Jesus diz para Sua igreja: “Comei, amigos, bebei abundantemente, ó amados.” Ct 5:1b. 

Quem são os amigos de Deus? São os que fazem a Sua vontade, que obedecem a Sua Palavra. O Senhor Jesus assim falou: “Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.” Jo 15:14. Vejam que maravilha! Deus reservou um banquete para os Seus amigos, os Seus servos que serão arrebatados. Aleluia!

Quando Jesus veio aqui neste mundo, Ele falou desse grande banquete e mostrou como seria a reação das pessoas diante do convite para participar dessa grande festa. 

Jesus contou uma parábola de um homem que fez uma grande ceia, que é um grande jantar, uma festa, e convidou muitas pessoas (Lc 14:15-24).  Quando chegou a hora da ceia, ele mandou seu servo dizer aos convidados: “Venham, pois já está tudo preparado”. Que alegria! A ceia já estava pronta! 

Mas um fato triste aconteceu. Os convidados não aceitaram o chamado, o convite para aquela festa. Eles começaram a arrumar muitas desculpas para não participar. O primeiro convidado disse: “Comprei um campo e preciso ir vê-lo, não conte comigo”. O outro disse: “Comprei cinco juntas de bois e vou ver se elas são boas, por isso também não posso ir”. O outro falou: “Eu que não posso ir mesmo, pois me casei”. 

Para Professoras: Explicar que junta de bois é uma dupla de bois que realizam trabalhos de puxar grandes pesos ou preparar a terra para o cultivo (mostrar a imagem).

Vejam que cada um foi cuidar de seus interesses e ninguém valorizou o convite para a grande ceia. Então, o senhor mandou que o seu servo convidasse os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos. E ainda havia lugar. Naquela grande ceia, havia lugar para todos que aceitassem o convite.

Aquele homem que dá a grande festa nos fala de Deus Pai. Ele nos preparou não só uma ceia, mais uma grande ceia! A grande ceia nos fala do momento profético das Bodas do Cordeiro. Bodas é casamento. Nessa grande festa ocorrerá o casamento da igreja fiel com o Seu noivo Jesus. Vamos viver para sempre com o nosso amado Salvador, no Reino Celestial. 

O servo que fez o convite é o Espírito Santo. Quando Ele diz: “Venham, pois tudo está preparado”, Ele queria nos alertar que todos os sinais da Sua volta já estão cumpridos e é chegada a hora da grande festa. Jesus em breve vem!

Ocorre que, quando o servo chamou os convidados, eles começaram a arrumar desculpas para não participarem da ceia. O servo é o Espírito Santo, que está nos convidando a aceitar a tão grande salvação em Jesus. Mas muitos estão rejeitando essa bênção nas suas vidas.

Qual foi a desculpa do primeiro convidado? Ele disse que não podia ir, pois tinha que ir ver o campo. “Ver o campo” é olhar para o que o mundo está nos oferecendo. Muitos dizem: “É só uma espiadinha. Vou ver, mas não vou participar, vou ficar de longe só olhando”. Precisamos ter cuidado com o que os nossos olhos têm visto. O mal, muitas vezes entra através dos nossos olhos. Vamos vigiar em todo o tempo.

Qual foi a desculpa do segundo convidado? Ele disse: “Comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-las”. Vejam que o primeiro convidado apenas foi “ver” o campo. Mas depois de ver, o próximo passo é buscar experimentar. Muitos estão dizendo: “Não tem problema, estou só experimentando, mas não vou para o mundo”. O “experimentar” as coisas do mundo só vai afastando as pessoas da presença do Senhor.

Qual foi a desculpa do terceiro convidado? Ele disse: “Casei, por isso não posso ir”. Esse convidado representa aquele que viu alguma coisa do mundo que lhe agradou, depois experimentou e, então, deixou a benção de Deus para se casar com o pecado, com o mundo. 

Vejam que é um processo: primeiro olhar, depois buscar experimentar e por fim, se casar. Casamento fala de compromisso, de aliança. Muitos estão se casando com o mundo, então sendo mais amigos do mundo do que de Deus. A Bíblia diz: “... não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.” Tg 4:4b.

Conclusão

E nós? Queremos ser amigos de Deus, queremos participar desta grande festa que Deus tem preparado para nós. Perto está o momento da grande ceia, da volta de Jesus. A bênção é que ainda há tempo para que muitos aceitem o convite.

Você tem sido um instrumento nas mãos do Senhor para que sua família venha à casa do Senhor e participe dos cultos? Deus quer te usar para salvação de seus familiares! Nesta última hora, o Espírito Santo quer usar crianças, intermediários e adolescentes em seus lares para despertar seus pais e familiares para o momento que estamos vivendo. Quer usá-los para que vocês chamem e levem seus pais, seus familiares para os cultos e EBD’s. 

Muitos pais e familiares estão desatentos, ocupados com as coisas desta vida, mas vocês, cheios do Espírito Santo, devem convidá-los com alegria: “Venham, pois já está tudo preparado!”. Jesus em breve vem!

Louvores Sugeridos: Maranata (218); Em breve estaremos na glória (195); Muito em breve o Rei vem (avulso).

Pergunta para Crianças: Como o Senhor Jesus chama aqueles que fazem a Sua vontade? Resposta: De amigos. “Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando.” Jo 15:14.

Pergunta para Intermediários: Quem representa o homem que fez a grande ceia? Resposta: Deus Pai. “Porém, ele lhe disse: Um certo homem fez uma grande ceia, e convidou a muitos.” Lc 14:16.

Pergunta para Adolescentes: Lendo Cantares 5:1, na expressão: “comei, amigos, bebei abundantemente, ó amados.”, faça uma relação com o que está escrito em Lucas 14:17, na expressão: “Vinde, que tudo já está preparado”. Resposta: Refere-se às Bodas do Cordeiro, onde ocorrerá a Grande Ceia do banquete para a igreja fiel. “E à hora da ceia mandou o seu servo dizer aos convidados: Vinde, que já tudo está preparado.” Lc 14:17.

 

EDB 29/01/2023 - Para Classes de Crianças de 3 a 7 anos

Tema: Os segredos do livro de Cantares

4ª Aula: Preparados para o arrebatamento

“Eu dormia, mas o meu coração velava...” Ct 5:2a

O objetivo da aula é levá-los a estarem preparados para o arrebatamento.

Introdução

Hoje vamos conhecer mais um segredo de Cantares: o livro já nos contava sobre a igreja fiel e infiel. Vamos ver?

Desenvolvimento

No texto que lemos, a igreja infiel diz que esperava Jesus do jeito que ela queria: dormindo. E sabem o que aconteceu? Enquanto ela dormia, o noivo chegou. E depois ela o buscou mas não o encontrou: “... busquei-o e não o achei; chamei-o, e não me respondeu.” Ct 5:6b.

O que isso representa? Que muitos que se dizem “crentes”, estão dormindo espiritualmente, estão sem o Espírito Santo nos seus corações. Jesus nos explicou muito bem qual era a posição correta para aguardarmos a Sua volta através de uma parábola (Mt 25:1-13).

Jesus falou de dez moças. Eram jovens que ainda não tinham se casado. Elas viviam um momento especial: se preparavam para uma festa de casamento. Em breve o noivo chegaria. 

Naquela época ainda não havia luz elétrica, e quando as pessoas andavam à noite, elas colocavam as candeias bem perto do rosto para serem vistas. E todos deviam ter uma botija de azeite para enchê-las quando o óleo estivesse acabando. Assim, o fogo, a luz, nunca apagaria. 

Aquelas dez jovens pareciam ser iguais: tinham as vestes de casamento e candeias. Mas havia uma diferença: cinco eram sábias, vigilantes e as outras cinco eram imprudentes, desatentas. Por que cinco eram prudentes? Porque tinham azeite nas candeias e levavam azeite de reserva nas vasilhas. Sabiam que o azeite nunca poderia faltar. E as outras cinco? Por que eram imprudentes? Porque não levaram azeite de reserva, assim ficariam no escuro.

Os dois grupos esperaram, esperaram, até que adormeceram. De repente, à meia noite, ouviu-se o grito: “Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro!”. Todas ouviram o grito? Sim! Mas será que as dez entraram para as bodas (casamento)? Não! Na hora em que ouviram o grito, as candeias das cinco imprudentes estavam vazias, sem azeite, sem luz. Naquele momento o esposo chegou. As prudentes que estavam preparadas, entraram para a festa de casamento e a porta se fechou. Mas as imprudentes não entraram para as bodas.

O que Jesus quis nos ensinar com essa história? O azeite nos fala do Espírito Santo e a candeia é o nosso coração. Só o Espírito Santo pode encher os nossos corações, falar conosco e nos preparar para a volta do Senhor Jesus. O Espírito Santo está nos avisando: Jesus vai voltar! 

Conclusão

Nesta última hora, você quer ficar dormindo, com candeia vazia? Não! Vamos estar com nossas candeias cheias, nossos corações cheios do Espírito Santo. Só assim vamos estar preparados para a volta de Jesus. Maranata! O Senhor Jesus vem! 

Louvores Sugeridos: Maranata (218); Em breve estaremos na glória (195); Muito em breve o Rei vem (avulso).

Pergunta para Crianças: O que representa o azeite de reserva que as virgens prudentes carregavam? Resposta: O Espírito Santo no nosso coração. “Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas.” Mt 25:4.

EDB 29/01/2023 - Para Classes de Intermediários e Adolescentes

Tema: Os segredos do livro de Cantares

4ª Aula: Preparados para o arrebatamento

“Eu dormia, mas o meu coração velava...” Ct 5:2a

O objetivo da aula é levá-los a estarem preparados para o arrebatamento.

Introdução

Hoje vamos conhecer mais um segredo de Cantares: o livro já profetizava acerca da igreja fiel e infiel. Vamos ver?

Desenvolvimento

No texto que lemos, a igreja infiel, que não tinha compromisso com o noivo Jesus, diz: “Eu dormia, mas o meu coração velava...” Ct 5:2a. Ela esperava Jesus do jeito que ela queria. Mas enquanto dormia, o noivo chegou, e depois ela o buscou e não o encontrou: “... busquei-o e não o achei; chamei-o, e não me respondeu.” Ct 5:6b.

O que isso representa? Que muitos que se dizem “crentes”, estão dormindo espiritualmente, estão sem a presença do Espírito Santo nos seus corações. Só fazem o que os seus corações têm vontade, e não o que o Espírito Santo lhes ensina. Esses, não serão arrebatados. 

Jesus nos explicou muito bem qual era a posição correta para aguardarmos a Sua volta. Certo dia, os discípulos lhe perguntaram: "O que vai acontecer quando o Senhor estiver perto de voltar?”. Então, Jesus lhes contou uma parábola para que entendessem direitinho como seria a Sua volta e como deveria ser o preparo para esse dia (Mt 25:1-13). 

Jesus falou de dez moças. Eram jovens que ainda não tinham se casado. Elas viviam um momento especial: se preparavam para uma festa de casamento. Em breve o noivo chegaria. 

Naquela época ainda não havia luz elétrica, e quando as pessoas andavam à noite, elas colocavam as candeias bem perto do rosto para serem reconhecidas. Como as candeias eram pequenas, todos deviam ter uma botija de azeite para enchê-las quando o óleo estivesse acabando. Assim, o fogo, a luz, nunca apagaria. Todas as dez jovens levavam suas candeias acesas. Como era noite, o noivo só reconheceria quem tivesse luz para iluminar o rosto. 

Aquelas dez jovens pareciam ser iguais. Todas tinham as vestes de casamento, todas tinham candeias em suas mãos. Mas havia uma diferença: cinco delas eram sábias, prudentes, vigilantes e as outras cinco eram imprudentes, desatentas.

Por que cinco eram prudentes? Porque tinham azeite nas candeias e levavam azeite de reserva nas suas vasilhas. Sabiam que o azeite nunca poderia faltar. Sem azeite, a luz apagaria. E as outras cinco? Por que eram imprudentes? Porque tinham suas candeias, como as prudentes, mas não levaram azeite de reserva. Sem azeite de reserva, elas ficariam no escuro.

Os dois grupos aguardavam o noivo, que chegaria em breve. Esperaram, esperaram, até que adormeceram. De repente, à meia noite, ouviu-se o grito: “Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro!”. Todas ouviram o grito? Sim! Mas será que as dez entraram para as bodas (casamento)? Não! O que aconteceu? Na hora em que ouviram o grito, as cinco imprudentes viram que não tinham luz para iluminar seus rostos, suas candeias estavam vazias, sem azeite. 

Então, pediram às prudentes: “Dai-nos do vosso azeite, porque nossas lâmpadas se apagam”. Mas as prudentes falaram que elas precisavam comprar azeite. Elas correram para tentar comprar, mas não acharam. Naquele exato momento o esposo chegou. As prudentes estavam preparadas e saíram ao seu encontro. Tinham candeias acesas e azeite de reserva. Quando chegaram, o noivo as reconheceu e elas entraram para a festa de casamento e a porta se fechou. 

Depois, as imprudentes chegaram com suas candeias vazias, apagadas. Bateram na porta: “Senhor, Senhor, nos deixe entrar!” Mas o Senhor não via o rosto delas e respondeu: “Não conheço vocês!”. Elas não entraram para as bodas.

O que Jesus quis nos ensinar com essa história? Que não podemos nos preparar de qualquer maneira para a Sua volta. Não basta o seu pai, a sua mãe buscar por você. Cada um de nós precisa ter a sua experiência pessoal de salvação, de vida de comunhão com Deus.

O azeite nos fala do Espírito Santo e a candeia é o nosso coração. Só o Espírito Santo pode encher os nossos corações, falar conosco e nos preparar para a volta do Senhor Jesus. Esse preparo é a todo o momento. O Espírito Santo está nos avisando: Jesus vai voltar! Os sinais da volta de Jesus estão se cumprindo. Precisamos estar prontos, preparados! Jesus em breve vem!

Como aqueles dois grupos tinham cinco moças prudentes e cinco imprudentes, nos nossos dias também existe dois tipos de crentes que representam duas igrejas, uma fiel e outra infiel.

Existem aqueles que estão vigilantes, preparados, atentos como as cinco moças prudentes.  Andam na direção do Espírito Santo. O desejo dos seus corações é: “Senhor, que seja feita a Tua vontade na minha vida!”; “Senhor, eu quero praticar a Tua palavra todos os dias da minha vida”. Dão bom testemunho na escola, para os familiares. A alegria desses servos é servir ao Senhor.

Existem também aqueles que estão desatentos, não estão percebendo que tudo que está acontecendo são sinais da volta de Jesus. Suas candeias estão se apagando, estão vazias. Seus corações não têm lugar para o Espírito Santo operar. Não são obedientes a Deus. Só querem fazer a vontade dos seus corações: “Que seja feita a minha vontade, e não a de Deus”.

O noivou chegou à meia-noite. A meia noite fala de um momento de escuridão, de trevas. Assim são os nossos dias, o mundo está cheio de pecado e cada vez mais distante de Deus. 

Conclusão

Nesta última hora, você quer ficar dormindo, com candeia vazia? Não! É hora de despertarmos. Vamos estar com nossas candeias cheias, nossos corações cheios do Espírito Santo. Ore com fé, pedindo para que Deus derrame sobre sua vida o Seu Espírito. Só assim vamos estar preparados para a volta de Jesus. Maranata! O Senhor Jesus vem! “Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir.” Mt 25:13.

Louvores Sugeridos: Maranata (218); Em breve estaremos na glória (195); Muito em breve o Rei vem (avulso).

Pergunta para Crianças: O que representa o azeite de reserva que as virgens prudentes carregavam? Resposta: O Espírito Santo no nosso coração. “Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas.” Mt 25:4.

Pergunta para Intermediários: Lendo Cantares 5:2, na expressão “…eu dormia, mas o meu coração velava…”, faça uma relação desta expressão com o que está escrito em Mateus 25:8, na expressão das “virgens loucas”: “Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam”. Resposta: Refere-se a uma igreja infiel, que não foi arrebatada, porque não levou azeite de reserva nas suas vasilhas. “E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam.” Mt 25:8.

Pergunta para Adolescentes: O que diferenciava os dois grupos de mulheres, que se preparavam para o casamento? Resposta: As loucas não tinham azeite de reserva em suas vasilhas. As prudentes tinham azeite de reserva. “As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas.” Mt 25:3-4.

      

Sobre o Trabalho de CIAs

As orientações dadas pelo Senhor, consolidadas neste site, têm por objetivo promover o aperfeiçoamento do trabalho de crianças, intermediários e adolescentes como forma de apoio aos professores e pastores vinculados à Igreja Cristã Maranata.

Contato

Rua Torquato Laranja, 92, Centro, Vila Velha - ES, CEP 29100-370

+55(27) 3320-3400
+55(27) 3320-3401

contato@institutoicm.org.br

Copyright © 2021 - Instituto Bíblico – Igreja Cristã Maranata

TOP